Notícias da Diocese

Dom Gorgônio e Pe. Marco Antonio acolhem novos seminaristas

Jovens que iniciam o período do Propedêutico neste ano

Nesta segunda-feira (04/02) os seminaristas do Seminário Diocesano São João Paulo II, em Itapetininga (SP), participaram da Missa de Acolhida às 19h30. A celebração foi presidida por Dom Gorgônio e concelebrada pelo Pe. Marco Antonio Custódio, reitor do Seminário; Pe. Sirlei Ap. de Oliveira, representante do Presbitério; Pe. André Luiz Garcia, secretário do bispo; Pe. André Viana, diretor espiritual do Propedêutico; Pe. Elias Soares Junior, Pe. Leonel Ap. Veríssimo Vieira, Pe. Rodolfo Rodrigues e Pe. Carlos Eduardo de Oliveira, na Capela São José.

Em sua homilia, o bispo diocesano acolheu os oito jovens que iniciam neste ano o período do Propedêutico. “Acolhemos com carinho os novos seminaristas, é uma alegria para nós! Na liturgia de hoje é apresentado um homem que estava levando uma vida desumana. Jesus libertou-o, fazendo até mesmo voltar ao convívio social. O homem torna-se discípulo, pois fez uma experiência com ele, e passa a ser seu discípulo. Ao receber a palavra de autoridade de Jesus, revelando sua divindade, o homem revela agora com seu discipulado a sair da escravidão e promover a justiça e a paz”, explica.

Fazendo referência a este tempo de estudo para os seminaristas, Dom Gorgônio continua, afirmando que “Seminário não é um lugar de garantias de vantagens, de buscar os próprios interesses, não é uma realização pessoal. É uma vida gastada, doada, sacrificada, abnegada, para ser santificada. Assim, a vida do padre tem sentido se for entregue para santificar o povo de Deus, para estar junto com eles”.

Antes da benção final, os novos seminaristas: Carlos Alberto de Moraes Machado (Paróquia São Francisco de Assis – Capela do Alto); Carlos Rodrigo Fonseca, Cesar Mariano da Silva e Murilo Motta (Paróquia São José Operário – Tatuí); Diego Roger de Paiva (Paróquia Nossa Senhora do Pilar – Pilar do Sul); Giovani Vieira (Paróquia São Paulo Apóstolo – Itapetininga); Jefferson Wille de Meira Santos (Paróquia Senhor Bom Jesus e São Roque – Distrito do Tupi, Itapetininga) e, José Vitor de Arruda Martins Lara (Paróquia Sagrada Família –Tatuí) foram apresentados aos demais.

Pe. Marco Antonio os acolheu em nome do Seminário. “Sejam vindos ao nosso seminário! Contem comigo e confiem em mim e eu confiarei em vocês, por favor, não mintam para mim. Rezem por mim. Tenho esperança que será um bom ano”, concluiu.

Fotos: William Furtado/Diocese de Itapetininga

PALAVRA DO BISPO

Dom Gorgônio

Eterna é a sua misericórdia!

FACEBOOK